Sistemas ERP para varejo: você conhece as vantagens?

Sistemas ERP para varejo: você conhece as vantagens?

É fato que as novas tecnologias têm impactado as operações e a gestão das empresas. Mas a transformação digital não se trata apenas da adoção de novas tecnologias, trata-se de uma mudança na visão do negócio, que se apoia no uso dessas inteligências. Um exemplo da revolução tecnológica mencionada são os sistemas ERP para varejo, cujas funcionalidades alteram significativamente a maneira como as empresas administram o negócio.

Neste post, vamos explicar o que é e quais as contribuições dos sistemas ERP para varejo. Assim, você pode implementá-la já e garantir a ferramenta fundamental para a gestão do seu negócio. Confira!

Novas tecnologias

Se antes o controle dos processos funcionava por meio de uma planilha, exigindo maior quantidade de tempo e atenção redobrada na execução das tarefas, hoje, essas mesmas atividades são realizadas com o auxílio de softwares de gestão, que integram as operações, garantindo agilidade e precisão no planejamento e administração da empresa.

É importante ressaltar que esse movimento se ajusta aos novos comportamentos dos consumidores. Na atualidade, eles começam a sua jornada de compra com uma pesquisa no varejo digital e a concluem dentro de uma loja física, permitindo que um mesmo processo de compra passe por diferentes canais.

A automação de processos operacionais será uma demanda cada vez mais obrigatória. Portanto, recorrer ao ERP é fundamental para se adequar às exigências do mercado, garantindo a competitividade e o sucesso da empresa. Confira mais sobre isso em seguida.

O que é o software ERP

ERP é uma sigla em inglês que significa Enterprise Resource Planning, que em português é Planejamento dos Recursos da Empresa. Esse sistema de informática integra todas as operações da empresa: faturamento, compras, administração de pessoal, contas a receber, cartão de ponto dos funcionários e até o controle do maquinário da fábrica. Enfim, é uma ferramenta completa.

O sistema é dividido em três camadas. A primeira, a camada de apresentação, comporta os processos e cadastros, as funcionalidades e demais dados essenciais para a organização. É basicamente visual e se comunica com a segunda camada, de processamento lógico.

Essa camada, por sua vez, processa os dados para visualização e armazenagem. Nela também há uma subdivisão, que realiza o balanceamento de carga dos servidores.

A terceira e última camada, de armazenagem, comporta os bancos de dados, além de importadores de dados — leitores capazes de ler arquivos de Excel, Word, Acess etc —, que extraem os dados quando não há necessidade de processamento das informações.

Software modular

O ERP é representado por dois módulos: um reflete a visão departamental e outro ilustra a visão por segmento. A visão departamental dispõe na mesma tela os processos: contábil, financeiro, de compras, faturamento, estoque e outros. Isso facilita a vida do usuário e o controle das operações, por não permitir que pessoas não envolvidas com a folha de pagamento acessem esses dados, por exemplo.

Já a visão por segmento atende um processo específico, cujas atividades são exclusivas de um determinado setor, como uma empresa de plano de saúde. Esses módulos específicos para segmentos do mercado são chamados de “Verticais”.

Logo, os módulos com visão departamental visam sustentar os módulos Verticais, executando as rotinas padrões — contabilidade, contas a pagar e receber —, que pouco mudam de empresa para empresa. No entanto, independentemente do módulo acessado, os dados são armazenados de forma única.

Objetivo do ERP

O sistema registra informações dos clientes, funcionários, produtos, vendas, compras, pagamentos, impostos e organiza os dados de maneira que a empresa os acesse facilmente em uma só plataforma.

Os registros “conversam” entre si, integrando os processos, fornecendo informações valiosas para o negócio, como produtos mais vendidos, melhor cliente da empresa, época do ano que mais vende tal produto etc. Com base nesses dados, é possível tomar decisões mais acertadas e aumentar a competitividade no mercado.

Além disso, os sistemas ERP para varejo aplicam regras de negócios e parâmetros definidos para que os funcionários possam atender os processos e tarefas diárias de trabalho.

Funcionalidades

Muitas funcionalidades do ERP não são implementadas por desconhecimento ou por dificuldade de entender o software, gerando uma perda para as pequenas e médias empresas.

A correta operacionalização de processos básicos, geradores de dados, como a entrada e saída de matéria-prima do estoque, apontam com precisão altíssima a quantidade de artigos armazenados. Isso permite a compra de matéria–prima com base na média de consumo, o cálculo da curva ABC desses artigos e a quantidade de estoque de segurança, por exemplo.

Principais benefícios

As empresas que utilizam o software constatam uma redução em uma série de fatores, como: estoque, pessoal, tempo de ciclo de ordens, tempo de ciclo de fechamento contábil/ financeiro e custos de Tecnologia da Informação (TI).

Com os sistemas ERP para varejo, também pode-se ver o aumento da produtividade, receitas/lucros, assim como melhorias em processos de suprimentos, transportes/logística, gestão de caixa e em processos de manutenção. A entrega no prazo é outra vantagem obtida com o uso do ERP.

Soluções TOTVS

Interfaces responsivas, portais e aplicativos móveis são integrados às soluções TOTVS, que desenvolveu uma série de aplicativos para trazer a mobilidade como complemento aos seus softwares de gestão (ERP).

Os gestores e usuários operacionais podem acessar os apps multiplataforma direto dos seus smartphones e monitorar em tempo real a gestão, além de tomar decisões em qualquer lugar ou horário. Os aplicativos estão disponíveis para download nas lojas Google Play e Apple Store. Os apps mobiles complementares ao ERP contam com 10 novos processos:

  • Protheus Event Viewer;
  • Meus Contratos;
  • Meus Ativos Afixos;
  • Pocket CRM;
  • Analytics;
  • Minha Prestação de Contas;
  • Legal Task;
  • Legal Process;
  • Supervisor de Postos;
  • Meu Posto de Trabalho.

Mas as inovações da TOTVS não param por aí: antes de lançar o aplicativo, a instituição investiu em tecnologias exponenciais, como a Internet das Coisas, lançando o bemaGo, que ajuda a qualificar o público e acompanhar o fluxo de visitação de um estabelecimento comercial, independentemente do porte da empresa.

A Bermatech, empresa do grupo TOTVS, também criou o posGo e satGo, equipamentos com capacidade de conectividade e serviços na nuvem.

Percebeu como as inovações podem facilitar o planejamento e administração da organização? Agora que você conhece as vantagens dos sistemas ERP para varejo, assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo sobre gestão empresarial.

Sem comentários

Cancelar