Como está o mercado de franquias de varejo?

Como está o mercado de franquias de varejo?

O crescimento do mercado de franquias significa que o consumidor tem aceitado bem esse tipo de negócio e, mais do que isso, que novos empreendedores estão obtendo o retorno esperado com tal investimento. Para se ter uma ideia, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) avalia que, em 2018, o faturamento das franquias terá um aumento de 10%.

Principalmente no que tange às franquias de varejo, aquelas que são direcionadas ao consumidor final, a tendência de crescimento se consolida a partir do aumento de lojas já conhecidas entre os consumidores, facilitando a captação e a fidelização de clientes.

Por isso, com o mercado aquecido, a hora de investir em franquias de varejo é agora. Se você pensa em empreender, continue a leitura e descubra mais sobre esse universo!

O funcionamento do investimento em franquias

O modelo de franquias funciona a partir do estabelecimento de um contrato entre franqueador, o empresário que detém o nome de certa marca, e franqueado, o empresário que deseja utilizar tal nome.

Desse modo, o franqueador cede os direitos de utilização de sua marca ao franqueado a partir de certas condições. Dentre elas, o franqueado deve desembolsar uma quantia pelo aproveitamento do nome e, em alguns casos, existe a necessidade de pagamento de um valor sobre o lucro obtido.

O empreendedor que investe em franquias deve, ainda, manter o estabelecimento a partir de padrões já determinados, incluindo questões estéticas do local e de marketing e publicidade.

Por outro lado, ao franqueador cabe o oferecimento do suporte necessário ao franqueado, disponibilizando as diretrizes necessárias para que o novo negócio seja um sucesso, tais como a rede de fornecedores já estabelecida, os meios de captação de clientes — considerando o conhecimento prévio acerca do público-alvo —, bem como pesquisas de mercado sobre o produto à venda.

O mercado de franquias de varejo

O investimento em franquias é ideal para empreendedores que buscam aplicar o seu dinheiro partindo de um conceito importante: segurança. Isso porque, como exposto no item acima, o novo empresário não parte do zero para iniciar o seu negócio, mas, sim, conta com padrões já estabelecidos e itens que o auxiliam nesse objetivo.

O investimento em franquias ainda permite a atuação em dois ramos diferentes: o atacado e varejo, diferenciados pelo tipo de público-alvo para qual cada tipo de mercado está direcionado.

E o que isso significa? Significa que o ramo atacadista tem o objetivo de realizar vendas em maiores quantidades, geralmente para pessoas jurídicas, como empresas e restaurantes, que também atuam no comércio e possuem o objetivo de destinar tais produtos aos clientes finais.

Já o ramo varejista tem como consumidor o próprio cliente final, compondo a área que apresenta os tipos mais variados de estabelecimentos — tais como lanchonetes, lojas de cosméticos, lojas de roupas e unidades de ginástica.

Em outras palavras, é justamente por atuar diretamente com os consumidores finais que as franquias de varejo tornaram-se tão populares pelo mundo afora, aliado ao fator da diversidade de tipos de comércio presentes em tal ramo. Por isso, o investimento no mercado de franquias de varejo pode proporcionar um retorno interessante!

A situação dos empreendimentos de franquia nos dias atuais

De acordo com dados da ABF, por meio de um balanço realizado no ano de 2017, verificou-se a operação de 2.845 marcas no Brasil e a existência de 146.134 unidades de franquias pelo país afora.

Como consequência desse retrato, foram criados 1.193.568 empregos diretos e, em se tratando de faturamento, o valor que representou tal item para o ano de 2017 foi de R$ 163,319 bilhões.

No que diz respeito aos setores dos estabelecimentos de franquias, o ramo denominado “Saúde, Beleza e Bem-Estar” pela ABF, relacionado a estabelecimentos que vendem cosméticos, suplementos alimentares ou mesmo unidades de ginástica, foi o setor com maior percentual de crescimento, com 12,1%.

O segmento de “Hotelaria e Turismo” aparece logo atrás, seguido pelos setores “Serviços e Outros Negócios”, “Casa e Construção” e “Comunicação, Informática e Eletrônicos”: respectivamente, com um aumento de 9,7%, 9,2%, 8,0% e 7,8% no faturamento anual de 2017.

Como a tendência é que o ano de 2018 seja ainda melhor, a partir do próprio aquecimento da economia, os números citados poderão ser ainda maiores a partir da atuação do investimento dos franqueados.

Os benefícios de contar com uma consultoria para varejo

O investimento em franquias, ainda que seja um negócio mais pautado pelo conceito de segurança, demanda tempo, energia e uma atuação firme do empreendedor, considerando que ele não está livre de problemas.

Por isso, a contratação de uma consultoria para varejo pode tornar muito menos complicada a vida de quem pensa em investir nesse mercado: ela será responsável em aliar as características do franqueado ao padrão a ser necessariamente seguido, oferecido pelo franqueador, com a situação do mercado atual.

Em outros termos, como esse nicho tem crescido bastante, a competitividade aumenta por consequência, podendo deixar muito empresário frustrado, seja com a dificuldade em fidelizar os clientes, seja pela falta de retorno financeiro, principalmente nos primeiros meses.

Objetivos da consultoria

Dentre os objetivos da atuação da consultoria para franquias em varejo, analisar os pontos fracos e fortes do negócio como maneira de captar recursos e rearranjá-los, caso seja necessário, pode ser citado como primordial. O comportamento dos clientes também estará sob foco, além da busca de aplicação de técnicas para aumentar o rendimento da unidade.

Em resumo: o empreendedor poderá contar com um suporte para a tomada de decisões em tempo integral, diminuindo o surgimento de riscos a praticamente zero e gerando uma maior lucratividade do negócio.

Assim, o nicho de franquias de varejo representa um atrativo bastante interessante para empreendedores a partir de seus inúmeros benefícios, pautados, principalmente, pela maior segurança do negócio e pela alta possibilidade de retorno financeiro, como se vê nos números presentes no mercado. Se você pensa em ingressar nesse universo, saiba que a hora é agora! Arregace as mangas e boa sorte!

Gostou do nosso artigo? Assine a nossa newsletter e receba, em primeira mão, outras notícias sobre o mercado de franquias!

Sem comentários

Cancelar